O Fundador Do Curso Ator

In Memorian

Gelson Tsonis

Gelson Tsonis (1966-2011), natural da cidade de São Paulo, foi um ator, diretor e dramaturgo que dedicou grande parte de sua vida a formar novos atores.

Iniciou seus estudos na Faculdade de Direto da USP (Largo São Francisco), mas seu caminho seria  o das artes cênicas. Diplomou-se pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, e participou de montagens de clássicos do teatro mundial como 'Hamlet', de Shakespeare, 'Andorra', de Max Frisch, 'O Quarto' de Harold Pinter, 'O Grande Disparate' de Jacques Prevért, dentre outras. 

Gelson sempre atribuiu à prática o melhor caminho para a formação do ator e a ela dedicou sua vida. Conforme suas palavras, “é no palco, frente ao público, que as coisas acontecem. Esse é nosso campo. Essa é nossa escola”. Ele acreditava na importância das bases teóricas como “ferramentas para muitas escaladas”, mas que “devem ser temporariamente esquecidas”.

Com relação às inúmeras possibilidades a respeito da técnica que cada ator utiliza na construção de uma personagem e no desenvolvimento enquanto artista, dizia que “cada um tem que desenvolver a sua”. E que “a função dos que a tem é indicá-la, fazer com que o outro conheça as técnicas existentes, mas cada um sabe a melhor maneira de 'amarrar seu sapato'”.

Em 2001, Gelson inaugurou o Ator: Curso de Teatro, ou “Curso Ator” como é popularmente conhecido, no centro de São Paulo. O objetivo era colocar em prática aquilo em que acreditava: transmitir aos outros o que aprendera, “sem deixar de estar sensível ao talento de cada um, sem enchê-los de preconceitos ou formas inúteis”. Constituído por vários módulos, o curso até hoje proporciona aos alunos a descoberta da magia de estar sobre um palco, de contagiar e ser contagiado por um público. O nome foi escolhido como uma grande homenagem ao artista principal, uma vez que, para ele, “o teatro é, e sempre será, a arte do Ator e não do Diretor”.

A peça “A Tela e a Cela”, de sua autoria, e que trata da Ditadura, foi e sempre será o marco de transformação onde cada aluno explora seus personagens, criados de maneira criteriosa, para que possam absorver a técnica através da prática sobre o palco.

Falecido em 2011, Gelson deixou um legado de centenas de atores formados em suas mãos e moldados por ele dentro da técnica de descobrir em si mesmos a melhor maneira de atingir o público e evoluir conforme suas próprias experiências.

O Teatro N.ex.T. por inúmeras vezes abrigou as montagens do Curso Ator. Foi neste palco que o ator, diretor e dramaturgo usufruiu de toda a estrutura com o intuito único de promover o crescimento de tantos outros atores que passaram por sua vida. Ou, melhor dizendo, o crescimento dos atores nas vidas dos quais ele passou.